DesportoFC PortoNacionalNotícias

Villas-Boas quebra o silencio e responde fortemente a acusação de Pinto da Costa

André Villas-Boas, candidato à liderança do FC Porto e figura conhecida no universo do futebol, especialmente pela sua anterior passagem como treinador dos dragões, posicionou-se de forma crítica face às recentes alegações de Pinto da Costa, o atual presidente do clube.

Durante uma sessão na sua sede de campanha, Villas-Boas abordou as insinuações de que membros da sua lista ‘Só há um Porto’ estariam interessados nos direitos de transmissão televisiva, uma acusação que marcou os últimos dias do ambiente pré-eleitoral no clube.

Pinto da Costa havia sugerido que integrantes da candidatura de Villas-Boas poderiam ter interesses ocultos relacionados com os direitos de transmissão televisiva, um comentário que desencadeou uma resposta direta e forte do candidato. Villas-Boas, visivelmente incomodado com estas insinuações, sublinhou a facilidade com que tais alegações podem ser desmentidas, mencionando inclusive que pessoas próximas a Pinto da Costa estiveram envolvidas em negócios anteriores com a Altice, relativos aos direitos televisivos.

A resposta de Villas-Boas não se limitou a desmentir as acusações; ele apontou para uma questão mais ampla de conduta e ética dentro do clube, criticando o que descreve como um “entreposto de intermediação” com certos agentes no FC Porto. Sem querer aprofundar-se numa “guerra suja”, o ex-treinador apelou para uma campanha positiva, focada em envolver os sócios e elevar o bom nome do clube, distanciando-se de uma troca de acusações que, em sua visão, prejudica a imagem do FC Porto.

Este episódio sublinha a tensão existente na corrida à presidência do clube, refletindo as diferentes visões para o futuro do FC Porto. Villas-Boas, ao adotar uma postura de confronto às alegações de Pinto da Costa, busca não apenas limpar o nome da sua lista, mas também posicionar-se como um candidato comprometido com a transparência e com o bem-estar do clube.

A sua abordagem sugere um desejo de mudança na gestão do FC Porto, prometendo uma liderança que se distancia das polémicas e foca em reconectar o clube com os seus valores fundamentais e com os seus sócios. Este confronto ideológico promete ser um dos pontos centrais das próximas eleições, com os sócios do FC Porto atentos às propostas e à integridade dos candidatos.

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button