Ultima hora: Fábio Veríssimo Bem Tentou, Mas Craque do Sporting Não Irá Falhar Supertaça

Arbitragem do juiz da AF Leiria no Clássico foi motivo de polémica e jogadores do Clube de Alvalade não ficaram indiferentes

Fábio Veríssimo, polémico árbitro da partida entre Sporting e Porto da Taça de Portugal, que terminou com a conquista dos comandados de Sérgio Conceição, deu um cartão vermelho a Matheus Reis… que nem entrava nas contas da partida para a turma de Rúben Amorim.

O Clube de Alvalade foi bastante crítico da arbitragem do juiz da AF Leiria que, quando apitou para o final do encontro, foi rodeado por alguns jogadores verdes e brancos, entre eles, o ‘camisola 2’ do Sporting, que nem sequer estava na ficha de jogo, visto estar a contas com uma lesão. Ao que parece, o ala acabou por levar cartão vermelho por palavras menos próprias, mas o mesmo não irá falhar a Supertaça, primeiro compromisso oficial da próxima temporada, uma vez que que não era uma das escolhas de Amorim para o encontro.

De acordo com o jornal Record, os regulamentos deixam claro que a admoestação ao brasileiro irá ficar sem efeito. Para já, resta esperar pelo relatório de Fábio Veríssimo sobre todas as incidências do Clássico do último domingo para que se conheça o conteúdo das palavras do jogador de 29 anos.

Por seu turno, também Morten Hjulmand foi um dos jogadores do Sporting bastante indignados com as decisões da equipa de arbitragem no encontro, mas acabou por não ver cartolina vermelha, uma vez que o médio dinamarquês foi rapidamente retirado da zona onde tal estava a acontecer, para evitar males maiores.

Esta temporada, Matheus Reis – avaliado em 8 milhões de euros – leva 46 encontros de leão ao peito: 10 na Liga Europa, 27 do Campeonato Nacional, seis na Taça de Portugal e ainda três na Taça da Liga. Nos 2.775 minutos em que esteve dentro das quatro linhas, o brasileiro fez cinco assistências para golo e faz parte do top-10 de jogadores mais utilizados por Rúben Amorim nesta temporada.

Ao todo, desde que chegou aos verdes e brancos oriundo do Rio Ave, o defesa canarinho já realizou 156 partidas, ao longo das quais marcou três golos e fez sete assistências. O jogador é tido como um exemplo de trabalho no balneário, além de ser um dos futebolistas mais polivalentes do plantel, jogando tanto como central como a lateral canhoto.