Sporting tem data para regresso de campeão titular e Amorim faz contas à vida

Treinador dos leões já sabe quando poderá valer-se de jogador que venceu título com o Clube de Alvalade

Franco Israel vai regressar a tempo dos trabalhos de pré-temporada. O guarda-redes do Sporting foi operado ao menisco direito, falhando os dois últimos jogos do campeonato e a final da Taça de Portugal. Tal como Pablo Boselli, seu representante, tinha garantido, o uruguaio confirma que apenas regressa para a pré-temporada.

“Quatro dias antes do jogo com o Portimonense [4 de maio] o menisco saiu do sítio, mas voltou ao local sem que tivesse feito nada. Depois, como nesse jogo não tive muito trabalho, nem senti, mas depois voltou a suceder o mesmo e fui operado. Se correr tudo bem, o tempo de paragem é de seis semanas”, disse, no podcast watch.tm.

O ‘camisola 12’ recordou também o momento da operação e a proibição inicial dos médicos na ida ao Marquês de Pombal: “Sabia que a equipa estava junta. Quando vi o 1-0 do Famalicão disse logo que já não ia para casa e fui ter com eles”. Os encarnados acabaram mesmo por perder, oferecendo de bandeja o 24.º campeonato nacional ao Sporting de Rúben Amorim.

Esta temporada, Franco Israel – avaliado em 2,5 milhões de euros – leva 23 encontros realizados pelo Sporting: 10 na Liga Portugal Betclic, seis na Taça de Portugal, quatro na Liga Europa e três na Taça da Liga. Nos 2.070 minutos que disputou, o guardião sofreu 19 golos. O atual defensor da baliza leonina tem contrato com o Clube de Alvalade até junho de 2027 e uma cláusula de rescisão fixada na ordem dos 45 milhões de euros.
Recorde-se que Frederico Varandas, Presidente dos leões, vai também desembolsar 250 mil euros à Juventus, antigo emblema de Franco Israel, por conta do número de jogos disputados pelo Sporting. Posteriormente, terá ainda que pagar mais duas prestações à turma transalpina, na fase em que fizer 60 e 90 partidas pelos verdes e brancos.