Jogadores revoltados ameaçam sair se Schmidt continuar no Benfica

Há novos dados sobre a insatisfação do plantel do Benfica em relação a Roger Schmidt. Está a intensificar-se o sentimento de revolta do plantel face à hipótese do Schmidt ser o treinador na próxima época.

Segundo adiantam o Correio da Manhã e a CMTV, David Neres, Artur Cabral e Morato até já confidenciaram a amigos que, apesar de terem contrato, preferem sair do Benfica do que continuar a trabalhar com o técnico alemão.

No caso de David Neres, este chegou a questionar Schmidt muitas vezes por não ser opção e por raramente fazer um jogo completo. Foram apenas13 em toda a época. Arthur Cabral entrou em rota de colisão com o treinador por ter sido afastado quando estava numa sequência de jogos a marcar. Já Morato abdicou de muito dinheiro que iria receber no Fulham, para depois quase não jogar na posição de raiz.

São três exemplos de jogadores que podem sair do Benfica se Roger Schmidt continuar.