Injustiça: Martínez chamou apenas um jogador do Sporting campeão e explica o motivo

Na conferência de imprensa que se seguiu à divulgação dos convocados da Seleção Nacional para o Euro 2024, Roberto Martínez foi questionado sobre o facto de ter chamado apenas um jogador do Sporting – Gonçalo Inácio -, que recentemente se sagrou campeão nacional.

Além disso, o selecionador nacional explicou os riscos de chamar jogadores que tiveram muitas lesões ao longo da temporada.

“Na minha experiência, na nossa forma de trabalhar, não foi possível para um jogador entrar na lista do Europeu se não fez parte da Seleção durante os últimos seis estágios. Acho que temos muitos jogadores, tivemos um apuramento impecável e temos decisões difíceis, mas que precisamos de tomar para ter uma equipa equilibrada com todas as opções que precisamos. Claramente acho que o Trincão e o Pote tiveram uma época excecional, mas tiveram azar porque o estágio de março era importante.

Agora, para entrar na lista, precisamos de jogadores que saiam da lista. Com muita responsabilidade, honestidade e trabalho, as decisões têm em conta o que precisamos de fazer no Europeu. É importante sempre ter uma decisão médica quanto aos jogadores, que estão aptos. Só Raphael Guerreiro, que foi muito importante para nós, tem um perfil e é uma pessoa especial, não está apto para o começo da preparação. Os outros: Pedro Neto entrou, fez o último jogo da época, Diogo Jota também está apto e Pepe também. Não há risco, é o risco normal. No futebol podem acontecer acidentes, mas acho que não estamos a correr riscos. Temos uma boa mistura de experiência e pernas frescas, com ‘miúdos’. É uma lista de 26 jogadores que dará uma boa resposta”, afirmou.

Ainda assim, Martínez deixou uma palavra a Pedro Gonçalves e Francisco Trincão.

“Gostaria primeiro de dar os parabéns ao Sporting, acho que fez uma época ótima. Falei disso, sim. O Trincão teve azar, esteve na lista de março mas estava lesionado. O Pote não entrou. A lista não é deixar jogadores fora, o foco não é esse. O foco são os que estão dentro. Fizemos 10 jogos na fase de apuramento, um apuramento impecável, e há muita competitividade. A Seleção somos todos, não é para entrar nessas rivalidades de camisolas. Bruno Fernandes e Palhinha já representaram o Sporting e o Sporting é muito importante para ter jogadores na Seleção. Mas a convocatória do Europeu significa o trabalho dos últimos 18 meses“, concluiu.