Ingleses revelam razão que levou Liverpool a deixar ‘cair’ Rúben Amorim

Treinador do Sporting era o preferido dos reds para suceder a Jurgen Klopp, mas preço pedido por Frederico Varandas impediu a operação.

Rúben Amorim esteve a um passo de ser o treinador do Liverpool. O treinador do Sporting era o preferido dos reds para suceder a Jurgen Klopp no final da presente temporada, mas o preço exigido pelos leões para libertar o técnico inviabilizou o negócio.

Em declarações prestadas ao portal CaughtOffside, o jornalista Christian Falk admitiu que já existia um princípio de acordo entre o técnico do Sporting e o emblema de Anfield, mas praticamente de uma hora para a outra, tudo desabou.

A mesma fonte revela que Frederico Varandas pediu inicialmente 10 milhões de euros para libertar Rúben Amorim. Contudo, o presidente do Sporting mudou de ideias e decidiu subir a parada para os 20 milhões. A decisão afastou os reds da corrida por Amorim.

Após a mudança de ideias, Michael Edwards e Richard Hughes decidiram avançar por Arne Slot, treinador do Feyenoord que ainda não foi confirmado pelo Liverpool.