Frederico Varandas surpreende Amorim com contratação de “reforço” de Peso

Diogo Pinto deverá assumir as redes do Sporting no jogo diante do Estoril.

A baliza vai ser uma ‘dor de cabeça’ para Rúben Amorim na próxima jornada da I Liga. Com o título de campeão já no bolso, os leões viajam até ao Estoril para cumprir a penúltima ronda e sem os dois principais guarda-redes do plantel.

Depois da lesão de Adán, eis que a reta final da I Liga trouxe um novo problema, desta vez com a lesão (e operação) de Franco Israel, que fica afastado dos últimos dois jogos no campeonato (Estoril e Chaves) além da final da Taça de Portugal com o FC Porto.

Nesse sentido, e de acordo com o jornal O Jogo, o treinador Rúben Amorim deverá entregar a baliza ao jovem Diogo Pinto, que se irá estrear na equipa principal dos verde e brancos. Francisco Silva também poderá ser opção, mas o treinador dos leões já deu a entender que o guardião natural de Felgueiras parte à frente do colega de posição.

“Parece-me que o [Diogo] Pinto, neste momento, tem outro traquejo… Isso também passa muito pelo Jorge Vital [treinador de guarda-redes]. Depois, a decisão é minha, mas parece-me que o Pinto tem alguma vantagem”, referiu o técnico campeão nacional, quando questionado sobre quem seria o suplente de Israel, face à lesão de Adán.

Guarda-redes jovem, com passagens pelas seleções juvenis e com vários anos de Sporting, Diogo Pinto esteve a um passo de rumar ao Manchester City antes da assinatura daquele que foi o seu primeiro contrato profissional em 2020. Ficou em Alvalade, está ligado aos leões até 2026 e prepara-se para ser mais um campeão nacional.