BenficaDesportoNacionalNotícias

Casuals do Benfica começam a ser julgados por violação de menor

Está marcada para a esta segunda-feira, em Lisboa, a primeira sessão do julgamento de 13 elementos identificados como “casuals” afiliados à claque No Name Boys, ligada ao Benfica.

O grupo enfrenta sérias acusações, sendo a mais chocante a de violação de um menor de 16 anos com um pau, também adepto do Benfica. Esta acusação é apenas uma parte de um leque mais amplo de crimes alegadamente cometidos por estes indivíduos, que incluem ainda roubos, agressões e detenção de arma proibida.

O caso que levou a estas acusações envolve alegados atos de violência perpetrados contra um jovem adepto do clube, aparentemente motivados pela partilha de fotografias da claque nas redes sociais e pela sua associação com adeptos do Sporting. Os incidentes ocorreram em abril de 2022, em momentos próximos a jogos de futebol, nas imediações do Estádio da Luz, palco habitual dos encontros da equipa lisboeta.

Estes episódios, agora sob escrutínio judicial, lançam uma sombra sobre o futebol português, recordando a todos os envolvidos – de adeptos a instituições desportivas – a urgente necessidade de abordar e erradicar a violência que ainda mancha o desporto. A segurança nos estádios e nos seus arredores, bem como a conduta dos grupos de adeptos, volta assim a estar no centro das atenções, numa altura em que o país procura reforçar a sua imagem como uma nação apaixonada mas pacífica no que ao futebol diz respeito.

Este julgamento promete não só fazer justiça numa situação particularmente perturbadora mas também colocar em evidência as medidas que clubes, ligas e autoridades estão dispostas a tomar para garantir que tais atos de violência não se repitam. A comunidade futebolística espera ansiosamente por resoluções que possam trazer não só punições aos culpados mas também estratégias e políticas renovadas para a promoção de um ambiente desportivo seguro e acolhedor para todos.

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button