A reação de Vítor Bruno às acusações graves de Sérgio Conceição

Sérgio Conceição não gostou de saber pela boca de André Villas-Boas que Vítor Bruno estava a ser considerado para ser o seu sucessor no comando técnico do FC Porto.

A postura do seu adjunto magoou o treinador, chegando mesmo a classificá-lo de traidor.

Fonte próxima de Vítor Bruno referiu ao diário desportivo Record que o técnico está de “consciência tranquila” e que “não pretende alimentar algo que não faz sentido nem corresponde à verdade“.

Ainda de acordo com a mesma fonte, a decisão tomada por Vítor Bruno, de “iniciar carreira a solo, foi tomada após meses de reflexão e é consequência natural após quase duas décadas de lealdade e dedicação como adjunto“.

Recorde-se que o técnico esteve ao lado de Sérgio Conceição durante 13 anos.